Suposta Mafia da Mídia: Câmara Municipal de Nova Mutum-MT é alvo de processo, após denúncias de fraude e desvio de dinheiro público

ECODIESEL

A Câmara Municipal de Nova Mutum-MT, foi alvo de denúncias por fraude e desvio de dinheiro público, que foram protocoladas junto ao Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso.

O processo de N° 322148/2019, foi aberto na data de 21 de Novembro deste ano, e é em desfavor a gestão do atual Presidente da Câmara, Altair Albuquerque. O denunciante não foi revelado, porém, a alegação seria de que a Câmara Municipal vinha realizando pagamentos mensais para sites de notícias desconhecidos, com valores acima do comum.

O que chama mais atenção na situação investigada é em relação a diferença de valores entre um mês e outro, que é exorbitante. No mês de Junho por exemplo, o PI – Pedido de Inserção a uma empresa, foi de cerca de R$ 795 para 31 inserções, já referente ao mês de Outubro, foi de R$ 11.670 inserções, para a mesma. O aumento significativo fica difícil de ser explicado, visto que em comparação aos dois meses referidos, o que foi pago a mais, foi realizado serviço a menos.

Já para os principais meios de comunicação, inclusive sendo do município, segundo a prestação de contas, são repassados valores bem menores que os dos sites desconhecidos pela sociedade local.

Outra questão que chama a atenção, é o fato de o CNPJ de um site de Cuiabá estar com a razão social no nome dos mesmos proprietários da agência responsável pelo plano de mídia de Nova Mutum, o que não é permitido por lei.

Frente a toda essa situação, a população tem o direito de obter uma resposta e justificativa da Câmara a respeito do escândalo. O portal Terra MT Digital tentou falar com o presidente da casa mais não consegui obter resposta até o momento.

BANNER – BINOTTI
Loading...