Seis mortes e 1.280 ataques de animais peçonhentos são registrados no 1º semestre de 2019

De acordo com o levantamento obtido pela Secretaria do Estado de Saúde de Mato Grosso, seis pessoas morreram vítimas de ataques de animais peçonhentos no primeiro semestre de 2019 no Estado.

Foram registrados 1280 ataques de serpentes lideram o ranking e são responsáveis por quatro mortes. Em segundo lugar está o acidente causado por escorpião, com dois óbitos, houve também ataques por aranhas, abelhas e lagartas.

Segundo a secretaria, o governo solicita 100% de estoque para atender a todo o estado e tem recebido somente 30% da necessidade.

O soro antiofídico é um medicamento para tratar mordidas de cobras venenosas.

O governo justifica, ainda, que o repasse do soro está reduzido desde 2014, ano em que os laboratórios produtores começaram as adequações estruturais para cumprir as normas definidas por meio das Boas Práticas de Fabricação (BPF), exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa

Fonte: Mídia News

 

- Publicidade -