Argentina, Covid fora de controle

Depois de seis meses de severa restrição social, o governo argentino flexibilizou a quarentena. E o número de casos de Covid explodiu: primeiro, na região metropolitana de Buenos Aires e, depois, no interior - já são mais de 1 milhão de casos no país.

SAÚDE 26 de Outubro de 2020 ás 13h 04min
FOTO- ILUSTRATIVA

O país vizinho não pode ser acusado de ter subestimado a ameaça representada pelo novo coronavírus. Na largada da pandemia, quando contabilizava três mortos, fechou fronteiras e partiu para uma das quarentenas mais rigorosas e longas do mundo.

E por seis meses conseguiu, de fato, segurar a evolução de casos e de óbitos em níveis muito mais baixos do que outros da região. Até que, em setembro, o vírus rompeu a barreira da região de Buenos Aires, espalhando-se pelo interior.

 

 

Em outubro, a Aegentina virou um ponto crítico no quadro global. Neste episódio, Renata Lo Prete ouve o relato do médico intensivista brasileiro Clóvis de Almeida, que mora há 20 anos no país e atende pacientes de covid em uma clínica privada na província de Neuquén, região da Patagônia.

Ele narra a rotina extenuante de plantões - que o leva a perder a noção dos dias. 

A falta de leitos para os doentes e o cansaço da população diante de tantos sacrifícios. Participa também Ariel Palácios, correspondente da GloboNews em Buenos Aires. Ele detalha as medidas adotadas pelo governo de Alberto Fernández e explica a combinação perversa da pandemia com o aprofundamento da crise econômica.

Fonte: G1

Comentários