Mauro Mendes é vaiado por 5 minutos em Sinop, e detona gestão Taques

18 de Setembro de 2020 ás 12h 00min

O governador Mauro Mendes (DEM) recebeu uma sonora vaia enquanto discursava em cima do palanque, ao lado do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), na manhã desta sexta-feira (18), em Sinop (500 km ao norte de Cuiabá). 
 

 

Mesmo sob protestos, visivelmente incomodado, o governador continuou o seu discurso, destacando as realizações da sua gestão, e detonou a gestão do seu antecessor Pedro Taques. Segundo Mauro, Mato Grosso estava quebrado e agora retomou o desenvolvimento. 
 

 

“Ano passado presidente quando eu assumi o Governo do Estado, nós tínhamos salários atrasados e 500 obras paralisadas... Mato Grosso estava literalmente quebrado. É com coragem que nós já mudamos este Estado, não é com medo de vaias e com medo daqueles que não compreendem a realidade”, declarou o governador Mauro Mendes.
 

 

O governador acompanhou a agenda oficial do presidente Bolsonaro. Ambos subiram juntos no palco, atendendo aí presidente, em um gesto político que mostrou alinhamento com o governo federal. 
 

 

Na ocasião, o governo federal inaugurou duas usinas de etanol em Sinop e Sorriso, além de conhecer um trecho da BR-163 que os moradores da região pedem para que seja duplicado. 
 

 

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que irá "resolver a questão da Rota do Oeste", concessionária que detém o contrato da BR-163, e tem sido alvo de críticas por não ter realizado a duplicação do trecho. 
 

 

Nesta sexta foram inauguradas a Inpasa, que será a maior usina de etanol de milho da América Latina e geração de 1.600 empregos direto e indiretos em Sinop, e também a FS Bionergia, em Sorriso, que terá capacidade inicial de produzir 265 milhões de litros de etanol por ano, com 1.500 empregos diretos e indiretos.

Fonte: Folha Max

Comentários