Justiça de Lucas do Rio Verde age contra Fake News

05 de Outubro de 2020 ás 11h 59min

O juiz eleitoral de Lucas do Rio Verde, Cristiano dos Santos Fialho, concedeu nesta segunda-feira (05.10), decisão liminar contra o site Muvuca Popular por divulgar Fake News. De acordo com o magistrado o conteúdo extrapolou a responsabilidade da imprensa em informar, já que se trata de material de cunho pessoal, ofensivo e de comprovada persuasão eleitoral. 

 

 

“Sempre que o órgão de imprensa se referir de forma direta a candidatos, partidos ou coligações que disputam pleito, com ofensa ou informação inverídica, extrapolando o direito de informar, haverá campo para atuação da Justiça Eleitoral para processar e julgar”, diz o juiz em trecho da sua decisão.

 

 

Para o candidato à reeleição, Luiz Binotti (PSD), Lucas do Rio Verde não tolera mais a velha política. “Basta de politicagem, mentiras. Isso acontecia na época do coronelismo. Ao se valerem de mentiras para manipular a opinião pública, eles não estão faltando ao respeito com o candidato, mas sim com a população, com as famílias que esperam por propostas dos candidatos”, declarou.

 

 

O advogado da Coligação Lucas no Rumo Certo, Flávio Caldeira Barra, expôs que o debate sobre Fake News é atual e constitui crime. Para ele, as eleições deste ano serão diferentes e certas práticas, até então consideradas ‘comuns’, não passarão impunes aos olhos da Justiça.

 

 

“Desde 2016 o grupo adversário está tentando incutir na mente das pessoas a ideia de que uma mentira é verdade. Inclusive, o prefeito tem conseguido sucessivas vitórias judiciais quando o assunto é IPTU, já que não há qualquer fundamento nisso, não há nenhuma dívida desse imposto. Lamentável que alguns veículos de comunicação ainda se prestem ao papel de divulgar e difundir mentiras como se fossem conteúdo jornalístico”, concluiu Barra.

Fonte: Alana Casanova

Abrir arquivo em PDF

Comentários