Deputado vê politicagem em pedido de cassação e desafia presidente da AMM

15 de Julho de 2020 ás 17h 10min

presidente da Associação Mato-grossense dos Municipios (AMM), Neurilan Fraga, tentou pegar pra Cristo o deputado estadual Silvio Fávero, mas se deu mal. Virou Judas e está sendo malhado nas redes sociais.

Fraga é crítico ferrenho do presidente Jair Bolsonaro e não teria gostado de uma declaração de Fávero, que levantou suspeita quanto ao custo elevado que prefeitos estariam pagando por cada paciente covid-19. “Polícia Federal precisa investigar isso de perto”, sugeriu o parlamentar.  

A fala de Fávero despertou a ira de Fraga, que saiu em defesa de prefeitos, alguns já investigados pela PF e Ministério Público Federal (MPF), como é o caso de Zé do Pátio, de Rondonópolis. Reativo e exalando toxina, o chefe da AMM protocolou na ALMT um pedido de cassação do mandato do deputado Silvio Fávero.

O tiro saiu pela culatra. O parlamentar bolsonarista não se deixou intimidar e reagiu atirando. “Venda o prédio faraônico da AMM e distribua o dinheiro com os municípios”, afirmou o deputado 

 

 

 

 

 

 

 

Neurilan Fraga administra um orçamento de quase R$ 14 milhões. Dinheiro arrancado de prefeituras de cidades pobres que não conseguem oferecer transporte escolar para os estudantes, não dispõe de saneamento básico, de água encanada e muito menos serviço de saúde pública.

 

Da Redação

 

Fonte: CONTRA-ATAQUE

Comentários