CONFUSÃO EM INAUGURAÇÃO; Homem diz ter sido agredido por Jayme durante evento em VG

Marcelo Rezende fazia um vídeo reclamando da constante falta de água na cidade

31 de Agosto de 2020 ás 20h 18min

Um homem identificado como Marcelo Rezende afirmou ter sido agredido pelo senador Jayme Campos (DEM) durante um evento realizado no início da noite desta segunda-feira (31), em Várzea Grande.

 

 

Ele chegou a publicar em suas redes sociais vídeos que supostamente mostram o momento em que Jayme teria lhe dado um empurrão.

 

 

A confusão ocorreu durante solenidade que marcou a entrega da reforma da Praça Armando Reslan Salem, na Avenida Couto Magalhães.

 

 

Marcelo fazia um vídeo questionando o fato de a prefeita Lucimar Campos (DEM) estar inaugurando a obra de uma praça, enquanto a população, segundo ele, padece com a constante falta de água no Município.

 

A prefeita Lucimar está preocupada em inaugurar praça e o pessoal sofrendo com falta de água. Não tem água pra cozinhar, pra tomar banho. Situação muito complexa. Qual a prioridade do povo?”, questionou ele.

 

 

Na sequência, o homem se dirige ao senador Jayme Campos e o questiona: “O senhor vem inaugurar praça e povo sem água?”.

 

 

O democrata, por sua vez, responde: “Tem que falar com o presidente do DAE (Departamento de Água e Esgoto). O senhor tem que perguntar para a prefeita”.

 

 

Foi então que Marcelo se dirigiu a prefeita e, nesse momento, teria sofrido um empurrão do senador. Na sequência, ele teve seu celular derrubado no chão.

 

 

“Pessoal, fui agredido aqui. O senador me deu um empurrão. O pessoal me agrediu nessa praça porque vim cobrar a falta de água. O Breno Gomes me bateu, um monte de gente me agrediu”, disse ele, após recuperar o celular.

 

 

“Inadmissível. Estou indo à delegacia para prestar uma queixa. Ele não é pai de ninguém para chegar agredindo. Vim exercer meu papel de cidadão. Recebi barro na torneira hoje. Vi pessoas chorando porque não tinha água. Não vou aceitar. Vou à delegacia prestar queixa contra esse povo”, emendou ele.

 

 

Outro Lado

 

 

Em nota, a secretaria de Comunicação da prefeitura de Várzea Grande informou que o rapaz é candidato a vereador e foi ao evento “com segundas intenções”.

 

 

O Município disse ainda que o fato “não merece resposta ou consideração”.

 

 

Veja nota na íntegra:

 

 

“O cidadão Marcelo Rezende candidato a vereador já foi ao evento com segundas intenções, tanto que junto com outro candidato Pedro Luis montou um cenário para encenar um fato que não merece resposta ou consideração. Ele já chegou com segundas intenções e nem a prefeita ou o senador tem qualquer manifestação a respeito do fato. Estão querendo politizar para criar crise que não existe.”

 

 

Veja o momento da confusão:

 

 

 

 

Fonte: Midia News

Comentários