VIOLÊNCIA DOMÉSTICA: Médico não aceita término e espanca namorada

Ex-casal foi conduzido para a delegacia para esclarecimento

12 de Agosto de 2020 ás 17h 39min

O médico ortopedista e traumatologista L.L.B. foi conduzido para a Central de Flagrantes em Cuiabá após ter agredido a namorada nesta terça-feira (11).

 

Conforme o boletim, a vítima acionou a Polícia Militar relatando que estava sendo agredida pelo seu namorado. Ele teria dado socos na mulher, causando lesões em seu nariz e escoriações no rosto.

                                                        

Segundo o boletim de ocorrência, antes das agressões, o casal esteve na Base da UFMT onde a mulher denunciou que eles estavam tendo uma forte discussão. Eles foram orientados a ir cada um para sua casa.

 

Porém, a mulher informou aos militares que o médico retornou até sua residência, no bairro Boa Esperança, e começou a agredí-la com chutes e socos em seu rosto.

 

Diante disto, a PM foi acionada novamente para ir ao local e encaminhou as partes para a Central de Flagrantes. A guarnição conduziu o veículo de L.L.B., que foi entregue ao seu advogado.

 

A mulher, no entanto, recusou atendimento médico. Ela relatou o caso de violência doméstica nas redes sociais. "Agredida dentro da minha casa ao terminar um relacionamento", postou, com o rosto cheio de escoriações.

 

O caso será investigado.

Fonte: FOLHA MAX

Comentários