Mulher é agredida após vizinhos pensarem que ela tinha denunciado festa para a polícia

Segundo a Polícia Militar, mãe, filha e um homem de 27 anos são suspeitos de xingar e agredir a moradora. Suspeitos foram detidos.

03 de Agosto de 2020 ás 15h 33min

Uma mulher de 34 anos foi vítima de xingamentos e agressão após vizinhos pensarem que ela tinha denunciado a festa que acontecia na casa deles, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Segundo a Polícia Militar, a moradora da casa, a filha dela e e um rapaz que estava na residência são suspeitos de cometer o crime. Eles foram encaminhados para a delegacia, mas respondem em liberdade.

 

A defesa dos envolvidos não foi localizado, pois os nomes deles não foram divulgados pela corporação.

                                                                          

A confusão aconteceu na madrugada deste domingo (2), no Setor Recando do Sol. Segundo o capitão Osvaldo Abraham Filho, sub comandante do 28º Batalhão de Polícia Militar (BPM), após uma denúncia de perturbação do sossego, policiais encontraram a casa, onde havia som alto e gritaria.

 

Ao fazer uma abordagem na residência, os policiais conversaram com a dona da casa, de 41 anos, e orientaram a encerrar o evento. Em seguida, quando os policiais estavam deixando o local, a filha da dona da casa, uma jovem de 19 anos, foi até a casa da vizinha e começou a xingar a mulher, acusando a moradora de ter feito a denúncia para os policiais.

 

Ainda de acordo com o capitão, os policiais pediram para a jovem retornar para casa, mas ela desobedeceu e recebeu voz e prisão, momento em que a mãe dela e um homem teriam agredido a vizinha.

 

“A equipe conversou com a dona da casa e ela se comprometeu a finalizar a festa, mas a filha dela saiu de dentro da casa e foi acusar a vizinha de ter chamado a polícia e houve uma discussão. Os policiais pediram que ela parasse, e ela começou a xingar e desacatar os policiais. Dessa forma, ela foi detida, mas tentou resistir, continuou xingando. Nisso, o casal foi até a mulher e agrediu ela fisicamente”, explicou.

 

Os três foram encaminhados à delegacia, onde foram feitos dois procedimentos. Para a mãe e o homem, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por crime de lesão corporal. Já a jovem deve responder por injúria, desobediência, desacato e resistência.

 

Ainda segundo o capitão, a moradora não se feriu gravemente. Portanto, não precisou ser encaminhada a algum hospital.

 

Fonte: G1

Comentários