ABSURDO: Casal é sequestrado e torturado pelo Comando Vermelho e não presta queixa

Criminosos queriam que as vítimas dissessem onde estavam 25 quilos de cocaína que foram roubados

POLICIA 31 de Julho de 2020 ás 13h 41min

Um homem de 46 anos e uma mulher de 36, nomes não divulgados, foram sequestrados na última quarta-feira (29) e mantido em cárcere privado em uma residência do bairro Jardim das Oliveiras, em Cáceres (225 km da Capital). Eles foram encontrados no final da noite dessa quinta-feira (30), em estado de choque e com muito sangramento.

As vítimas relataram que foram sequestradas por um bando de encapuzados e mantidas na casa sendo espancadas e torturadas, pois, os bandidos acreditavam que elas teriam furtado 25 kg de pasta-base de cocaína e a facção queria de volta.

 

De acordo com a ocorrência, em patrulhamento pela rua das Flores a guarnição militar encontrou um Chevrolet Corsa Classic trafegando pela região, em atitude suspeita, com três homens dentro. Ao tentar se aproximar, os bandidos arrancaram com o carro e tentaram escapar da abordagem policial e ainda se desfizeram de alguns objetos na rua, posteriormente verificado que se tratava de sete munições calibre .38.

 

Rodando pelo bairro buscando pelo Corsa e tentando localizar os criminosos, os militares escutaram uma voz de mulher gritando por socorro desesperadamente. E constataram que os gritos saiam de uma casa já conhecida pelos policiais, por se tratar de uma ‘boca de fumo’, que já havia sido alvo de operação e bandidos presos no endereço por crimes de tráfico de drogas, resistência, desobediência e ameaça.

Os policiais entraram e encontraram o casal amarrado, com diversos hematomas pelo corpo, forte sangramento e em estado de choque.

 

Os policiais soltaram as vítimas. A mulher começou a relatar que sofreu um sequestro, na quarta-feira (29), quando alguns homens encapuzados, se dizendo membros do Comando Vermelho (CV), invadiram a casa dela, no bairro Rodeio, procurando pela droga, mas como não encontraram levaram as vítimas.

 

Na casa onde foram encontrados, ainda segundo a mulher, o casal foi torturado com afogamentos e choques elétricos, além de serem frequentemente espancados a coronhadas na cabeça e ficarem sem comer e beber água, tudo para que falassem onde estava escondida a droga.

 

Ela disse reconhecer três dos faccionados do CV, que são conhecidos da polícia pelas diversas passagens criminais.

 

Questionados o porquê dos bandidos acharem que eles estavam com a droga, a mulher continuou a explicar que o bando teria recebido a informação que o casal foi visto circulando pela região na madrugada da última terça-feira (28) e que às 3h estaria em frente à casa de onde os 25 kg de cocaína tinham sumidos.

 

A mulher foi encaminhada ao Hospital Regional de Cáceres. O homem recusou o encaminhamento à unidade de saúde e também não prestou queixa sobre o sequestro, segundo ele, por medo das represálias do Comando Vermelho.

 

Ainda no final da noite, a PM recebeu denúncia de que um Corsa, com as mesmas características do veículo que estava sendo procurado, estava abandonado na rua das Margaridas esquina com a rua Madri, bairro Jardim das oliveiras, próximo à casa de dois bandidos apontados pela participação no sequestro.

 

Ao encontrar o veículo, foi constatado que estava com as placas adulteradas como se o carro fosse de Cáceres, mas após verificação pelo Ciosp, o Chevrolet é registrado com placas de Pontes e Lacerda (227 km de Cáceres).

 

Os criminosos não foram encontrados.

 

A ocorrência, registrada por crimes de tortura mediante sequestro, sequestro e cárcere privado, adulteração de sinal identificador de veiculo e lesão corporal, foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil, responsável por investigar o crime.

Fonte: GAZETA DIGITAL

Comentários