12 HORAS DEPOIS: Justiça manda soltar adolescente que matou Isabele

B.O.C. se apresentou na Delegacia do Adolescente por volta das 20h desta terça-feira, passou pelo IML e chegou ao Centro Socioeducativo pouco antes das 23h

16 de Setembro de 2020 ás 10h 53min

Justiça manda soltar adolescente que matou Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos. B.O.C, de 15 anos, está há menos de 12 horas no projeto Menina Moça, que é a parte feminina do Centro Socioeducativo de Cuiabá, no Complexo Pomeri. Informações levantadas apontam que a determinação para liberação da menor já chegou à unidade.

 

                                                           

 

 

B.O.C. passou a noite no Centro Socioeducativo após a juíza da 2ª Vara de Infância e Juventude, Cristiane Padim, acolher o pedido do Ministério Público Estadual (MPE). A magistrada determinou a internação da adolescente por 45 dias, de forma provisória. Ainda marcou para o dia 23 deste mês a audiência, quando será definida o tempo de internação.

 

 

A juíza determinou a internação da adolescente, de forma urgente, na tarde desta terça-feira (15). Equipes da Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) chegaram a checar alguns endereços da adolescente, mas ela não foi encontrada. Segundo informações, ela teria ido a uma consulta com a psicóloga.

 

 

Advogado da família afirmou que apresentaria a adolescente na DEA. Entretanto, chegou à delegacia, por volta das 19h30 de ontem, sozinho. Pouco tempo depois, a adolescente foi levada para a DEA pelo pai, Marcelo Cestari.

 

 

Cerca de duas horas depois, a adolescente foi levada da DEA para o Instituto Médico Legal (IML), no Jardim Imperial, para exame de corpo delito. De lá, foi direto para o centro de internação.

 

 

B.O.C. não teve contato com as outras adolescentes internadas devido ao protocolo da covid-19. Ela ficaria 7 dias isolada e, após esse período, passaria a conviver com outras quatro adolescentes que estão internadas no local.

 

 

Mais informações a qualquer instant

Fonte: Reporter MT

Comentários