PM é investigado por suspeita de tentativa de extorsão contra empresário

ECODIESEL

Um policial Militar lotado no quartel de Sorriso está preso desde o último dia 08 de novembro, suspeito de tentar extorquir o dono de uma distribuidora de bebidas da cidade.

A prisão do policial foi confirmada pelo coronel Jorge Almeida, comandante da PM de Sorriso.

O caso foi registrado após uma denúncia feita pelo empresário direto na corregedoria da PM. O juiz Anderson Candiotto, da segunda vara criminal determinou a prisão do policial bem como de outra pessoa que, supostamente, atuaria como cobrador na cidade. Ambos foram presos temporariamente, porém, depois de cinco dias, o juiz prorrogou a prisão dos suspeitos que se encontram detidos no Centro de Ressocialização de Sorriso e no quartel da PM.

No decreto prisional, decisão que determinou a prisão temporária dos suspeitos, o juiz afirma que há fundadas razões na participação direta dos suspeitos na execução dos delitos apurados. Porém, a fase ainda é de investigação.

O coronel explicou que o PM deve responder criminalmente e também administrativamente para corporação. “Nós não compactuamos com transgressão disciplinar e com crimes praticados por Policial Militar. Cabe também a PM abrir um processo administrativo para a questão disciplinar do policial. Então ele está respondendo criminalmente e a questão disciplinar, que é a base da Polícia Militar, ele vai responder para corregedoria da Polícia Militar”, explicou o comandante.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados por se tratar ainda de um processo investigativo sigiloso.

Texto: Redação Portal Sorriso

Loading...