Jovem morre baleada na cabeça e polícia apura se vítima foi morta por 'engano' em MT

Opinião 06 de Março de 2020 ás 08h 50min

Uma jovem morreu nessa quinta-feira (5) depois que foi baleada na cabeça na frente da casa da avó dela em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Gabriely Auxiliadora Souza Silva, de 20 anos, foi baleada na noite de terça-feira (3) e estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Rondonópolis.

Segundo a Polícia Militar, testemunhas afirmaram que dois homens em uma motocicleta preta atiraram contra um rapaz, mas acertaram a vítima. A situação ocorreu no bairro Paiaguás.

Na frente da casa da avó da vítima os policiais encontraram duas cápsulas de pistola calibre 9 milímetros.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) abriu inquérito e investiga se a jovem foi morta por engano.

Dez minutos antes de Gabriely ser baleada, outros dois jovens foram assassinados no bairro Tancredo Neves. Breno Antonio Ramos, de 19 anos, e o adolescente Rodrigo Gabriel Cardozo da Liria, de 16 anos, foram assassinados a tiros por volta de 22h13.

A suspeita é que os jovens tinham envolvimento com uma facção criminosa, responsável pelas mortes.

A Polícia Civil apura se Gabriely foi assassinada por engano, já que não seria o alvo dessa facção que é suspeita de matar os outros dois jovens.

FONTE: G1 MATO GROSSO

Comentários