Motorista sem CNH é condenado por atropelar e matar menino de 4 anos

BANNER – BINOTTI
PAX

Um motorista foi condenado por atropelar e matar um menino de 4 anos morreu em Sinop, a 503 km de Cuiabá, em junho de 2019. Natã Rafaello de Abreu brincava com vizinhos quando foi atropelado. O motorista não prestou socorro, fugiu e não se apresentou à polícia.

A decisão, do dia 28 de janeiro, é da juíza Ângela Zacarkim dos Santos. A reportagem não localizou a defesa do motorista.

Oito meses depois do acidente a Justiça condenou a três anos e oito meses de detenção em regime semiaberto o motorista que atropelou Natan.

Alguns fatores levaram a justiça a determinar esta condenação. Primeiro, o veículo, segundo a Justiça, estava em alta velocidade e o motorista não possuía a carteira de habilitação.

Na sentença a juíza determinou que o acusado aguardará todo o andamento do processo, transitado e julgado.

Só depois que acabar todos os recursos ele começará a cumprir essa pena. Isso significa que ele pode trabalhar pela manhã e ir para a prisão no período da noite.

Natan brincava com vizinhos quando o carro preto passou e atropelou o menino. Depois da morte da criança a polícia chegou até o suspeito depois de um trabalho de investigação.

Com o suspeito foi apreendido o carro preto que ele teria usado na noite do acidente.

G1 MT

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Loading...