Psicóloga mata filhas gêmeas de 7 anos a tiros enquanto dormiam e se suicida

Mulher trabalhava como terapeuta e dizia em seu site que ensinava seus clientes a encontrar novas formas de lidar com os problemas e a conviver melhor com a família

DOENTIO 28 de Outubro de 2020 ás 09h 31min
FOTO- REPORTER MT

Uma psicóloga de 55 anos matou as duas filhas gêmeas de 7 anos a tiro enquanto dormiam - e se suicidou em seguida. O caso aconteceu em Washington, nos Estados Unidos, e as informações são do jornal Daily Mail.

 

Michele Deegan travava uma batalha judicial contra o ex-marido pela guarda das crianças, o que acredita-se que tenha sido o motivo o crime. Ela já havia ido na Justiça denunciar ter sido vítima de violência doméstica dele.

 

                                                                             

 

Michele trabalhava como terapeuta e, em seu site pessoal, dizia que seu objetivo era "ensinar a seus clientes novas formas de lidar com os problemas, comportamentos e atitudes saudáveis, habilidades de comunicação para conviver com as famílias, parceiros e colegas de trabalho para que possam realizar mudanças em suas vidas".

 

No dia dos tiros, ela compartilhou publicações em seu Facebook sobre parentalidade e sobre como o convívio com narcisistas pode motivar o suicídio.

Fonte: REPORTER MT

Comentários