CUIABÁ: Boate é fechada e multada; Fotos de cenas quentes entre casal são divulgadas

Estabelecimento só pode funcionar como bar e restaurante, com clientes sentados e mesas com a distanciamento, o que não foi obedecido

CENAS QUENTES 13 de Outubro de 2020 ás 09h 55min
Fotos de um casal em cenas quentes foram divulgadas nas redes sociais e mostram a falta de distanciamento ou qualquer outro tipo de proteção

A boate Nuun Garden, em Cuiabá, foi multada por fiscais da Secretaria Municipal de Ordem Pública por descumprir medidas contra a covid-19 e por não ter autorização para funcionar como casa noturna. O local, que pode abrir somente como bar e restaurante, teve aglomeração de pessoas nos últimos dias e desrespeitou o toque de recolher, que era às 23h. 

 

 

A autuação ocorreu na noite de domingo (11). Foi feito auto de infração e um termo de suspensão de atividade não prevista em alvará de funcionamento.

 

 

                                                          

 

 

De acordo com a Secretaria de Ordem Pública, a Nuun já tinha sido notificada preventivamente dois dias antes por causa de denúncias, inclusive com gravação em vídeo, de não cumprimento de medidas restritivas contra o novo coronavírus previstas em decretos municipais.

 

 

Fotos publicadas em redes sociais de um casal, sendo a mulher com o seio para fora e o homem fazendo carícias, mostraram também que o ambiente estava lotado.

 

 

Os decretos que permitiram a flexibilização das atividades em Cuiabá ainda não autorizaram algumas atividades, como o funcionamento de boates e realização de shows. No entanto, as casas noturnas podem funcionar como bares e restaurantes, com clientes sentados, usandos máscaras e com todas as outras medidas não farmacológicas para prevenção ao novo coronavírus. 

 

 

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Ordem Pública, com base na Lei de nº 323/2013, o valor da multa cobrada em casos como esse é de R$ 609,03. Como esse foi o primeiro auto de infração, foi aplicado apenas esse valor. No entanto, se persistirem nos erros, esse valor é cobrado por dia de irregularidade

Fonte: REPÓRTER MT

Comentários