ENSINO NA PANDEMIA: Decreto libera volta às aulas para crianças com mais de 12 anos

Medida foi adotada pela prefeitura de Rondonópolis e passa a valer a partir de 3 de novembro

23 de Outubro de 2020 ás 11h 08min

As aulas presenciais em escolas particulares de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) poderão ser retomadas a partir de 3 de novembro para crianças a partir dos 12 anos de idade, desde que sejam respeitadas medidas de prevenção à covid-19 e que também sejam disponibilizadas atividades online para estudantes que escolherem manter o isolamento social. Em Cuiabá e Várzea Grande foi liberado o retorno às saulas de aula apenas para crianças com menor de 5 anos.

 

 

As novas regras de Rondonópolis constam do Decreto 9.749, publicado no Diário Oficial do Município do dia 21 de outubro.  A prefeitura liberou também a realização de eventos com até 300 pessoas em locais abertos e a abertura de lugares públicos como Cais e praças, já a partir desta semana.   

 

 

Escolas

 

 

Entre as normas que as escolas terão que seguir estão medição da temperatura dos estudantes ao entrar, ofertar álcool em gel, manter distanciamento de 1,5 metro, proibição de atividades com contato físico, como aulas de educação física, e manter janelas abertas em áreas comuns.  

 

 

O decreto proíbe a entrada nas escolas de quem é do grupo de risco, sejam alunos ou professores, e estudantes que moram com pessoas nessas condições, que poderão assistir às aulas somente de forma remota. 

 

 

Eventos

 

 

A prefeitura liberou eventos de qualquer tipo com no máximo 150 pessoas para locais fechados e de até 300 pessoas para ambientes abertos, contanto que seja respeitada limite de 50% da capacidade do ambiente. 

 

 

Covid em Rondonópolis

 

 

De acordo com o boletim mais recente divulgado pela prefeitura, a cidade tem 10.885 casos de covid-19, sendo 219 ainda ativos. Desses, 67 estão internados, mais da metade (39) na UTI.

 

 

No total, 326 pessoas morreram por complicações da doença e 10.340 já estão recuperados, o que representa 95%.

Fonte: REPORTER MT

Comentários