NOVO TEMPLO

Cliente chama homem de ‘macaco preto’ em boate, é agredido por testemunhas e é detido em MT

BANNER – BINOTTI
PAX

Um homem de 39 anos suspeito de praticar racismo contra um cliente de uma boate em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, foi detido pela Polícia Militar na madrugada desta segunda-feira (21).

Testemunhas contaram à polícia que Clézio Ricardo dos Santos da Silva chamou um frequentador da boate de ‘macaco preto’. Em seguida, os próprios clientes o retiraram do local e o agrediram.

Segundo a polícia, o suspeito foi encaminhado à delegacia com vários machucados pelo corpo. As testemunhas que estavam na casa noturna também foram levadas à delegacia para prestar esclarecimentos.

Caso o crime seja comprovado, Clézio responderá por injúria racial. A polícia não informou se o suspeito confessou ou negou as ofensas. O G1 não localizou o advogado dele.

O conceito de injúria racial está previsto no Código Penal. O crime consiste em ofender a honra de alguém valendo-se de elementos referentes à raça, cor, etnia, religião ou origem. Esse crime prevê até 3 anos de prisão.

G1 MT

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Carregando...