CONFUSÃO: Homem não aceita fim de festa e destrói móveis de mansão

Prejuízo do dono da casa é de mais de R$ 35 mil

21 de Setembro de 2020 ás 14h 33min

Um jovem destruiu a mansão de um amigo durante uma festa particular na madrugada desse domingo (20) no bairro Santa Rosa, em Cuiabá. O rapaz ficou revoltado após o dono da casa por fim na “resenha”.

 

Ele quebrou vários móveis e objetos da residência. Segundo estimativa, o prejuízo é de R$ 35 mil.

 

 

A confusão ocorreu após um morador da casa, um rapaz 24 anos, chamar o amigo para uma para curtir uma festa com algumas meninas. O convite surgiu quando ambos bebiam num bar na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA).

 

 

Após deixarem o estabelecimento, o amigos e três mulheres foram até a casa do rapaz no Santa Rosa. No local, ficaram ouvindo música e bebendo, até que ocorreu um desentendimento e o dono da residência decidiu acabar com a festinha. 

 

 

O rapaz ficou revoltado com a decisão e começou a xingar e agredir o dono da casa, que tentou controlar a situação. Exaltado, o homem chutou a perna do proprietário da residência e foi para cima dele. Ambos travaram uma briga com socos e chutes.

 

 

Fora de controle, o rapaz começou a ameaçar de morte o dono da casa e jogou uma garrafa de whisky contra ele. Os demais convidados tentaram conter a briga.

 

 

Em dado momento, o homem começou a quebrar televisões, as portas dos quartos e equipamentos de som. O “amigo” ainda quebrou toda a cozinha e o portão da casa. 

 

 

Enquanto o dono da residência olhava os prejuízos causados ao imóvel, o suspeito foi para o lado de fora e ainda quebrou o vidro da frente do carro da vítima.

 

 

O dono da casa registrou um boletim de ocorrência por ameaça e dano, onde afirma que, com o ocorrido, teve um prejuízo de cerca de R$ 35.700.

 

 

O jovem que havia organizado festa não estava no local – havia saído para comprar gelo e energético – e quando chegou com sua namorada, foi informado dos acontecimentos e que a festa estava encerrada.

Fonte: Folha max

Comentários