Centro de Detenção Provisória de Lucas do Rio Verde fica 30 dias sem atividade.

A partir do dia 09 de Julho, o CDP – Centro de Detenção Provisória de Lucas do Rio Verde, ficará 30 dias sem suas atividades. O motivo da medida seria para segurança interna e externa do local, após a execução de um dos funcionários, morto no dia 30 de Junho. O comunicado pode ser conferido no portão do CDP, junto a faixa de preta de luto.

O período compreende ao fechamento de atendimento ao público, de modo que não serão recebidas visitas ou materiais de familiares de detentos. Inclusive, sendo suspenso também o famoso Jumbo, que seria os alimentos que as famílias levam para os presos como de costume, sempre aos Domingos.

Uma paralisação no sistema penitenciário, que durou 72 horas, foi registrada em todo o estado do Mato Grosso, porém, em Lucas do Rio Verde, local de moradia e morte do agente penitenciário, a ação foi estendida por 30 dias.

Comentar esta matéria

Por favor, faça seu comentário
Seu nome

*

code