Após renúncia de Evo Morales, manifestantes liberam fronteira com a Bolívia em MT após mais de duas semanas de protesto

ECODIESEL

A fronteira com a Bolívia, em Cáceres, na região noroeste do estado, foi liberada pelos manifestantes nesta quarta-feira (13), após mais de duas semanas de protesto. De acordo com o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), agora é possível transitar pela via de acesso de Cáceres, na região de Corixa, a San Matias, no país vizinho.

O encerramento do protesto na região se deu após a renúncia de Evo Morales à presidência da Bolívia, no último domingo. Há vários dias o país vive uma onda de protestos contra supostas fraudes nas eleições de 20 de outubro que reelegeram Morales para o cargo.

BANNER – BINOTTI
Loading...